10.27.2014

Tarzan - Diário de leitura #1

Esse fim de semana: página 23 à 103 - 80 páginas lidas.





























O livro começa contando que o jovem casal Greystoke, John Clayton e Alice, embarcaram para a África porque John recebe ordens para monitorar a mão de obra das colônias britânicas e evitar possíveis escravidões de negros.
Entretanto, a embarcação encarregada de levá-los até o continente africano sofre um motim e o chefe dos rebeldes deixa os Greystoke em uma ilha encontrada no meio do caminho, e sem vida humana aparente.
A partir daí, a narrativa é voltada para a sobrevivência do casal, o nascimento do Tarzan, os acontecimentos que o levam a ser adotado por Kala, uma antropoide, e como alguns membros da tribo de Kala não aceitam muito bem o garoto.
É narrada também a infância do Tarzan, as descobertas que ele faz na cabeça dos pais dele (e que ele não sabe que são pais dele) e o que eu mais gostei até agora: a vergonha que ele tinha por ser diferente dos outros: branco, sem pele, com boca e nariz finos, fraco se comparado aos outros (apesar da óbvia inteligência superior dele).
Mas isso já é assunto pra outro post :)

Até lá!
© Napolitano como meu pé - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Elane Medeiros - Isaú Vargas.
Tecnologia Blogger.
imagem-logo